Global Ukraine

Os monumentos ucranianos são apreciados mundialmente: património mundial da UNESCO na Ucrânia (Parte I)

18

Autor: Marta Diomochko, editora da Global Ukraine News

A lista da UNESCO World Heritage inclui os proeminentes monumentos da história mundial, patrimónios de arquitetura e arte, que são únicos no seu género, entre eles a Acrópole, as catedrais de Amiens e Chartres, o centro histórico de Varsóvia, o Parque Arqueológico de Delphi, as cidades Veneza e Brasília, o Parque Nacional de Yellowstone nos Estados Unidos e muitos outros, que permaneceram entre nós apesar da passagem do tempo e destruição. Não fica de fora desta lista a Ucrânia, pois a lista de Patrimónios Mundiais da Ucrânia, com base nos dados de 2015, tem 7 nomes. Este número perfaz cerca de 0,68% do número total da lista da UNESCO World Heritage em todo o mundo.

ghuytu
Localização dos sítios classificados como Património Mundial na Ucrânia

Que monumentos Ucranianos atraíram a atenção da Unesco? Quais temos, nós e os visitantes estrangeiros, de ver primeiro? Apresentamos abaixo a lista dos monumentos de Património Mundial na Ucrânia.

Monumentos de cúpula dourada

As cúpulas douradas de Kyiv não podiam ficar de fora desta lista. As suas incríveis catedrais não deixam indiferente nenhum turista. As catedrais têm uma longa história. Arquitetura única, grandeza, o que é impossível de esquecer. Todos os que as visitam vão sentir a atmosfera extraordinária que reina dentro e que foi trabalhada durante séculos. Entre os santuários de Kyiv a UNESCO destacou os três mais especiais em termos de história e arquitetura: Kyiv-Pechersk Lavra (i.e. Mosteiro), Catedral de Santa Sofia e a Igreja do Salvador em Berestove.

ghuytu1
Kyiv-Pechersk Lavra

O Kyiv-Pechersk Lavra é um santuário único da igreja Ortodoxa, que foi fundado em 1051. Todos os anos é visitado por milhares de peregrinos e turistas. Mas o Lavra nem sempre foi tão popular, pois o triste século XX foi a “mancha negra” na história do mosteiro: dentro das instalações foi chacinado, por polícias especiais soviéticos, o Metropolita (i.e. arcebispo) de Kyiv-Halych, Volodymyr. Posteriormente o mosteiro foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. Apenas em 2000, a Catedral Svyato-Uspenskiy (Principal Igreja do Complexo Lavra) foi reconstruída.

A Igreja do Salvador em Berestove também faz parte do conjunto histórico e arquitetónico do Lavra, embora localizada fora dos seus muros, e por isso junto com o Lavra for considerada em 1990 como Património Mundial da UNESCO. Esta igreja antiga do século XI-XII fica perto de Berestove.

ghuytu2
Fresco: “A pesca maravilhosa”
ghuytu3
Igreja do Salvador em Berestove

Após a construção da igreja nos séculos XI-XII, as paredes foram decoradas com frescos, mas a aparência original do interior não foi preservada até hoje. Na década dos anos 40 do século XVII, após a reconstrução, os mestres gregos, convidados pelo Petro Mohyla, repintaram a igreja de novo. A descoberta em maio de 1970 de fragmentos dos frescos originais dos séculos XI-XII na parede ocidental da igreja foi um achado extraordinário. Nesta altura foi encontrado o fresco “Pesca maravilhosa”.

Os murais dos século XVII, que cobrem todo o espaço interior da Igreja do Salvador, são pinturas únicas e são raros os frescos do século XVII que chegaram até ao nosso tempo. Os frescos “Transfiguração” e “Oração” foram feitos sob rígidas regras gregas pelos pintores do Monte Athos.

Se existe algo que se pode igualar à grandeza e beleza do Kyiv-Pechersk Lavra, é a Catedral de Santa Sofia, como costuma ser chamado pelos locais – a Sofia Kyivska, que foi construída ao mesmo tempo do Lavra pelo kniaz’ (i.e. príncipe) Yaroslav Mudriy (i.e. Yaroslav, o Sábio). Este príncipe é conhecido pelos franceses e outros europeus não só por ser o governante do poderoso estado Kyivska Rus, mas também porque a sua filha Anna Kyivska era esposa do monarca francês.

ghuytu4
Catedral de Santa Sofia

Ao longo de muitos séculos a catedral sobreviveu à invasão de inimigos, os assaltos, demolição parcial, várias restaurações e reconstruções. Graças aos seus esforços incríveis, os ucranianos conseguiram salvar a catedral da destruição pelos bolcheviques. Os únicos mosaicos da catedral datam do século XI e decoram a parte principal da igreja – a cúpula central e o altar-mor. Em particular, os mosaicos retratam o Cristo Pantocrator, arcanjos, apóstolos, mártires, e também há uma cena inteira dos mosaicos “Anunciação”.

ghuytu5
O mosaico “Cristo Pantocrator“

Uma atenção especial é dada aos frescos (pintados com tinta mineral em gesso molhado) e graffitis (escritas, deixadas pelos sacerdotes e visitantes da Catedral). Note-se que os frescos são do século IX, e no século XIX, durante a reconstrução, só foram corrigidos com tinta de óleo. Os frescos têm pinturas da corte real (no mural dos frescos da família do príncipe só conseguimos ver apenas umas figuras dos filhos do príncipe na parede sul e parcialmente na parede norte, as cenas da vida da corte bizantina, as competições no hipódromo de Constantinopla etc.) e religiosas (“Abraão encontra 3 viajantes“, “Hospitalidade de Abraão “,”Sacrifício de Isaac“, “A Última ceia“, “Bodas de Caná“, etc.).

ghuytu6
A composição Eucaristia

Os graffitis contêm informações valiosas sobre vários aspetos da vida de Kyivska Rus, nomeadamente, registos sobre a morte de Yaroslav Mudriy, autógrafo de Volodymyr Monomakh, informações sobre o tratado de paz assinado no final do século XI, entre os príncipes Svyatopolk Izyaslavich, Volodymyr Monomakh e Oleg Svyatoslavich do rio Zhelanh.

Tem interesse também a necrópole (túmulo) de Sofia Kyivska, onde se encontra o sarcófago de Yaroslav Mudriy, Volodymyr Monomakh, lugar original de enterro de Santo Macário, o enterro de Sylvester (Kosov), o enterro de Gideon (Svyatopolk Chetvertinskih). Também há muitos túmulos de Metropolitas.

Centro histórico de Lviv

Ambos os ucranianos e os visitantes estrangeiros sabem que para apreciar os edifícios medievais e receber as emoções incríveis devem ir apenas a Lviv. Isto não é de estranhar, pois nesta cidade parece que se entra noutra realidade, onde se sente a história, o centro da cidade cheira a café, há fontes antigas maravilhosas, as ruas estão cheias de atrações emocionantes, começando de mágicos e terminando com esculturas-vivas de bronze. A atmosfera tão característica para esta cidade é criada acima de tudo pelas construções arquitetónicas únicas no centro da cidade, que fazem parte do património da UNESCO. O Centro Histórico, com 120 hectares, tem construções medievais e renascentistas e inclui a Catedral de São George (em ucraniano: Sobor Svyatogo Yura) na Colina de São George.

ghuytu7
Panorama do centro histórico de Lviv

O aspeto único da Praça do Mercado é criado por mais de 40 edifícios originais, os chamados “kamiyanitsya”, i.e. edifícios de pedra construídos durante os séculos XIV – XVIII. Na altura, os preços da terra no centro da cidade eram demasiado caros e, portanto, só os representantes da nobreza e os comerciantes ricos é que tinham meios para possuir habitações no local. Além disso, estava em vigor a “lei da igualdade de oportunidades“, segundo a qual não era permitido construir casas com largura mais do que três janelas e altura acima de três andares. Isso influenciou a singularidade arquitetónica da Praça do Mercado, pois as fachadas da maioria dos edifícios só têm três janelas.

ghuytu8
Kamiyanitsi na Praça do Mercado

A área histórica à volta da Praça do Mercado (também “cidade média“) é uma zona mais pedestre e de elétricos com estacionamentos. Aqui encontram-se o City Hall (em ucraniano: Ratusha), várias famosas construções culturais (Igreja arménia, Catedral Latina, Igreja da Assunção, Catedral Dominicana, Mosteiro de Bernardo), e, na sua maioria inúmeras pastelarias e restaurantes com esplanadas de verão. Entre os bairros da cidade do século XIX que estão à volta da praça também encontram-se o Palácio de Pototskiy, Universidade de Lviv, estação de correios principal, biblioteca de Stefanik e outros edifícios notáveis.

ghuytu9
Praça do Mercado, Lviv

Catedral de São George em Lviv é o santuário principal do arcebispo de Kyiv-Halych da Igreja Greco-Católica Ucraniana, que até 1817 era o mosteiro da Ordem de São Basílio Grande. Esse conjunto monumental arquitetónico do estilo barroco-rococó (1744-1762) tem um conjunto de características nacionais distintas. Na torre do sino da Catedral de São George permanece o sino mais antigo da Ucrânia, feito, de acordo com inscrição, em 1341.

ghuytu10
Catedral de São George, Lviv

O complexo arquitetónico na Colina de São George inclui vários objetos que criam um conjunto harmónico do santuário principal da Igreja Greco-Católica Ucraniana. Isso é a Palata do Metropolita em rococó, a Catedral com cerca rendada, portões e muros, terraços com escadas, edifícios enormes e jardim deslumbrante. Cada edifício impressiona com contradições harmoniosas, como simplicidade lógica e o luxo extremo.

Residência dos Metropolitas da Bucovina e da Dalmácia

Outro património da UNESCO fica em Chernivtsi. Agora no edifício está instalada a Universidade Nacional de Chernivtsi de Yuriy Fedkovich, mas já foi a residência dos Metropolitas de Bucovina e Dalmácia. Este conjunto arquitetónico único nasceu graças aos esforços do bispo Eugene Gakman. O projeto foi realizado pelo famoso cientista Checa, o arquiteto, académico Josef Hlávka. Ele projetou o complexo não convencional de edifícios no espírito do ecletismo com predominância de elementos de estilos bizantino e românico.

Chernivtsi_University
Residência dos Metropolitas da Bucovina e da Dalmácia

A composição do conjunto é bastante complexa, mas é distinguida pelo planeamento de precisão. É composto por três construções de edifícios monumentais: o principal, o seminário junto com a igreja dos Três Santos e presbitério. A construção começou em 1864 e foi concluída dezoito anos depois em 1882.

O conjunto arquitetónico atrai pela sua aparência incomum. Todos os elementos da arquitetura são impressionantes – altos muros de tijolos decorados com pedra vermelha esculpida e terracota; torres esguias, as pontas dos edifícios e avancorpos, finalizados com dentes altos; telhados íngremes, cobertas com telha branca, azul, verde e castanha; as forjadas barras de ferro rendadas.

ghuytu12
Residência dos Metropolitas da Bucovina e da Dalmácia

Vários estilos arquitetónicos culturais dos povos locais são entrelaçados na Residência. Os contornos das paredes refletem a influência da arquitetura bizantina e românica. Elementos mouriscos, as torres com cúpulas que se parecem com minaretes, tem características que lembram a arquitetura religiosa Oriental. O estilo gótico reflete-se na estrutura de telhados, detalhes decorativos, dinâmica da cúpula da igreja matriz metropolita. E acima de tudo está uma dominante mistura de escultura e pintura geométrica da região de Hutsul nos acabamentos dos telhados e tetos nas salas de cerimónia.

O mais proeminente são os telhados de todos edifícios, revestidos com telhas coloridas, que formam uma imagem de belos tapetes folclóricos da Bucovina. As paredes estão decoradas com ornamentos de terracota e janelas emolduradas por blocos de pedra branca de arenito. O verdadeiro trabalho de arte é o jardim barroco situado no pátio do conjunto arquitetónico.

No entanto a Residência em Chernivtsi, Lviv e igrejas de Kyiv não são a totalidade da lista dos monumentos da UNESCO na Ucrânia. Também fazem parte do património da UNESCO o Arco Geodésico de Struve, Florestas Primárias de Faia dos Cárpatos e Tserkvas de madeira da região dos Cárpatos. Mas tudo isso – no nosso próximo artigo. GU

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.